Publicado por: Rafael Guedes | 14 fevereiro 2010

Instalação do Centos via Net Install.

centos_logo_45

DICA - INSTALANDO O CENTOS VIA NETINSTALL

Mas o que é o Net Install?

O netinstall é um método alternativo de instalação que visa a flexibilidade no momento da instalação e também traz maior personalização do sistema, haja visto que você poderá escolher cada pacote a ser instalado no momento da instalação, desde que se tenha um conhecimento avançado para isto é claro, sem falar que você utilizará sempre as versões atualmente stables de cada pacote, pois a instalação será on-line. A parte boa é que você terá um sistema básico rodando inicialmente, o que trará menos consumo de CPU e memória, e depois disso você só instala o que realmente irá precisar.

ASSIM COMO NO DEBIAN OU NO RHEL, O CENTOS TAMBÉM NOS TRAZ ESTE EFICIENTE MÉTODO ALTERNATIVO DE INSTALAÇÃO DO S.O.

O que difere o CentOS do Debian, no que diz respeito ao Netinstall, é a dificuldade que ele pode parecer impor em um primeiro momento. Enquanto no Netinstall do Debian existe uma listagem de mirrors preferenciais disponíveis de acordo com a localidade da instalação, no CentOS este mirror precisa ser definido manualmente, e além do mirror o protocolo usado para instalação. A fim de ajudar aos que assim como eu levaram um susto ou quase desanimaram ao instalar o Cent desta maneira, segue um pequeno tutorial de instalação.

  • Download:

As imagens para instalação do CentOS podem ser obtidas na área de Download no site do projeto http://www.centos.org. Ou indo diretamente no mirror brasileiro http://centos.pop.com.br/.

Após realizar o download e dar boot pelo CD, inicialmente ter-se-á duas opções, instalar em modo gráfico, simplesmente dando <ENTER> , ou instalr em modo texto digitando linux text . Apenas tecle <ENTER>.

Escolha a linguagem utilizada durante a instalação e o layout do seu teclado.


Se desejar instalar através do mirror brasileiro, escolha o método de instalação HTTP.

Particularmente eu desabilito o suporte a IPV6… Neste momento o instalador buscará as informações de rede viaDHCP.

Chegou a hora onde muitos desistem.. E agora?? No Debian não era assim.. =/ Mas é só combinar URL do mirror desejado + arvore de diretórios até a versão desejada.

Após este passo, se iniciará o download da imagem para a instalação.. Ao término do download, começa o Wizard de Instalação.

Nesta etapa, clique em Próximo.




centos_logo_45

ASSIM COMO NO DEBIAN OU NO RHEL, O CENTOS TAMBÉM NOS TRAZ ESTE EFICIENTE MÉTODO ALTERNATIVO DE INSTALAÇÃO DO S.O.

O NET INSTALL

O que difere o CentOS do Debian, no que diz respeito ao Net Install, é a


Responses

  1. Caro Rafael. Ótima sua informação. Busquei na web algo parecido e foi difícil chegar até aqui.

    O que me assusta neste tipo de instalação é o tempo de download dos pacotes…tendo os CD’s a coisa parece ficar mais rápida, ainda que depois tenha-se que fazer update de algo.

    Sua postagem é de Fevereiro, mas foi uma ótima idéia. Sou Professor de Filosofia aqui na Unisul de Tubarão e sempre comento com meus alunos a segurança do Centos, etc, etc, Mas como em questões de software livre temos mais guerra religiosa que racionalidade…coisas conhecidas como Ubuntu e Fedora prevalecem.

    Reconheço algumas limitações do Centos: flash, o Java nem sei masi se é necessário, o Hplip sim é que é dor de cabeça. Uma Impressora HP multifuncional pode enlouquecer o sujeito até que scaneie, ainda que possa imprimir.

    Mas são as escolhas que temos de fazer: minha esposa é jornalista e prefere se arriscar a usar o Opensolaris e nunca o Ubuntu. Para ela aquele negócio de ter o root incacessível (mesmo que se expliique que não é bem assim, etc, etc,) nada masi é que possibilidade de invasão…não sei avaliar até que ponto ela está certa. Mas, não confio também. Afinal SL é liberdade e os caras mandam algo “fechado” dizendo que é assim que é legal…

    Bom Blog, Mantenha o nível.

    Att

    Prof. Arturo

  2. Olá Professor,

    Sou aluno da Unisul, e me sinto honrado com sua visita por aqui. Para ser sincero, eu pouco utilizei o CentOS como Desktop, eu prefiro o Ubuntu. Mas para servidores confesso que é difícil bater de frente com o CentOS, apesar de ser grande fã do Debian e do Gentoo. A documentação o suporte as aplicações de classe enterprise, enfim.. para o administrador ele é show. Fora o tempo de suporte que se não me engano é de 5 anos por versão. Já vi servidores com CentOS com mais de 700 dias de uptime, eu mesmo já tive um aqui na empresa com mais de um ano então dá pra se perceber que o negócio é bem estável. Obrigado pelo comentário.

  3. #Excelente ilustração

    #Debian Squeeze


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: